Sala 19

O blog de História de Fabiana Scoleso

  • Calendário

    abril 2013
    D S T Q Q S S
    « mar   maio »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930  
  • Categorias

  • Twitter

  • Sala19 no Facebook

  • RSS Google News

    • "Álvaro Cunhal apoiaria a atual solução política" - Diário de Notícias - Lisboa
      Diário de Notícias - Lisboa"Álvaro Cunhal apoiaria a atual solução política"Diário de Notícias - LisboaAlbano Nunes, em entrevista ao DN, diz que o acordo com o PS é positivo para o povo. Acabou de vir de Cuba, onde assistiu às cerimónias fúnebres do antigo presidente. Fidel de Castro continua a inspirar o PCP? O que vi no grande comício, com mais […]
    • Número de mortos em incêndio durante festa na Califórnia pode chegar a 40 - Globo.com
      Globo.comNúmero de mortos em incêndio durante festa na Califórnia pode chegar a 40Globo.comAté 100 pessoas estavam em armazém transformado em coletivo de artistas. Mudanças na estrutura dificultaram fuga; vítimas tinham entre 20 e 30 anos. Número de mortos em incêndio durante festa na Califórnia pode chegar a 40. Facebook · Twitter ...Nove morrem e muitos se […]
    • Por que a conversa de Donald Trump com a presidente do Taiwan já gerou um conflito diplomático? - Globo.com
      Globo.comPor que a conversa de Donald Trump com a presidente do Taiwan já gerou um conflito diplomático?Globo.comTsai Ing-wen ligou para Trump parabenizando-o por ter vencido a eleição nos EUA, mas a conversa já gerou más impressões para o governo chinês, que não reconhece a independência da região. Facebook · Twitter ...Representantes de Trump negam planos […]
    • Referendo na Itália pode ser início do fim da zona do euro - Terra Brasil
      UOLReferendo na Itália pode ser início do fim da zona do euroTerra BrasilMercados financeiros aguardam com apreensão resultado da consulta popular sobre reforma constitucional italiana. Paira a ameaça de um voto de protesto que colocaria em risco a moeda comum europeia.Depois que os britânicos votaram pelo Brexit, ...“Já não entendo o mundo”: a Europa na era […]
  • RSS UOL Economia

    • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
  • RSS Último Segundo – iG

    • Com 30 milhões de pessoas ou trilha sonora própria: os maiores funerais do mundo
      iG São PauloO funeral do cubano Fidel Castro acontece neste domingo (4) e deve reunir milhares de admiradores e líderes políticos, incluindo Lula e DilmaMorto aos 90 anos na sexta-feira (25), o líder cubano, Fidel Castro, reuniu admiradores que devem fazer de seu funeral no próximo domingo (4) um dos maiores do mundo. Já confirmaram presença na cerimônia div […]
    • Concurso da Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 6 milhões na quarta-feira
      iG São PauloMesmo sem nenhum ganhador no prêmio principal, 25 sortudos levaram cada R$ 64 mil na quina, além de 3 mil apostadores que acertaram a quadra A aposta simples do concurso da Mega-Sena custa R$ 3,50 e pode ser feita em qualquer uma das 13 mil lotérica do PaísFoto: Rafael Neddermeyer/ Fotos PúblicasA Caixa Econômica Federal sorteou na noite deste sá […]
    • Segunda aplicação do Enem traz questões sobre dengue e Aquarela do Brasil
      iG São PauloAlunos tiveram 4 horas e 30 minutos para responder questões das áreas de humanas e suas tecnologias e ciências da natureza e suas tecnologias Candidatos participam da segunda aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016 neste sábado Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil 03.12.2016O primeiro dia da segunda aplicação do Exame Nac […]
    • Porque conversa de Trump com presidente do Taiwan já gerou conflito diplomático
      BBCAtitude pode parecer corriqueira, mas quebra protocolo da política externa americana mantido desde 1979, quando os dois países romperam relações Equipe de Donald Trump disse que ele também ligou para parabenizar Tsai Ing-wen quando ela foi eleita em janeiroFoto: Facebook/ Donald Trump/ ReproduçãoDonald Trump ainda não assumiu seu posto na Casa Branca, mas […]
  • RSS UNICAMP

    • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
  • RSS BBC Brasil

    • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Margaret Thatcher – A Dama de Ferro

Posted by sala19cmi em terça-feira, 16 abril 2013

ThatcherRexNilsJorgensen300

Primeira mulher a chefiar um governo parlamentar na história da Europa, Margaret Thatcher morreu no dia 8 de abril de 2013, aos 87 anos, vítima de um derrame cerebral.

Os soviéticos a apelidaram de “Dama de Ferro”. O ex-presidente americano Ronald Reagan a chamou de “o melhor homem da Inglaterra”. O socialista francês François Mitterand a definiu por seus “olhos de Calígula e lábios de Marilyn Monroe”. Na ficha de seleção para um emprego, ela foi rejeitada por ser “teimosa, obstinada e perigosamente dona de opiniões próprias”. Margaret Thatcher, primeira-ministra da Grã-Bretanha que mais tempo permaneceu no cargo no século passado, morreu no dia 8 de abril, aos 87 anos, deixando um papel bem definido na história: o de líder da revolução liberal que, na década de 1980, desmontou programas sociais deficitários, cortou impostos e gastos públicos, privatizou estatais perdulárias e tirou da paralisia a economia britânica para, depois, se espalhar pelo mundo.

A causa da morte da ex-premiê, segundo seu porta-voz, lorde Bell, foi um derrame cerebral. Ela já havia deixado a vida pública em 2002 por causa de um pequeno derrame, e sofreu vários outros depois deste.

Os pequenos derrames dos últimos anos lhe deixaram sequelas, como confusões ocasionais e perdas de memória. Seu estado de saúde estava se deteriorando desde então, e ela chegou a sofrer de demência. Segundo sua filha, Carol, em suas crises, Thatcher tinha dificuldades em terminar suas frases e esquecia que seu marido, Denis Thatcher, morreu em 2003. A morte de seu mais próximo confidente e companheiro por 50 anos intensificou seu isolamento do mundo. A última vez em que ela foi internada foi em dezembro de 2012, quando passou por uma cirurgia na bexiga.

Primeira mulher a chefiar um governo parlamentar na história da Europa, Thatcher ficou onze anos e meio no poder, de 1979 a 1990, tempo mais do que suficiente para os princípios que defendia (menos governo, menos despesas e independência em relação à União Europeia) se fixarem profundamente no modo de vida britânico. Vinte anos depois do fim de seu governo, o “thatcherismo” continua tão atual na Grã-Bretanha quanto a monarquia, o peixe com batata frita e a cerveja quente dos pubs – mais do que uma convicção política, é uma instituição nacional.

Em três décadas de carreira política, ela lutou contra a intervenção do estado na economia e combateu a inflação. Eleita primeira-ministra em 1979, fez a taxa cair de um pico de 27% para 2,5% seis anos depois. Privatizou as indústrias estatais de petróleo e gás, aeroportos e companhias aéreas, telefone e energia elétrica, estimulando o crescimento econômico mesmo com o aumento do desemprego e criando um paradigma de competitividade até hoje seguido no planeta. Sua receita para recuperar a economia incluiu a crença de que sindicatos com muito poder político estrangulavam as empresas em nome de interesses eleitorais. Com isso em mente, Thatcher enfrentou líderes sindicais, retirou privilégios fiscais das organizações trabalhistas e enfrentou greves que duraram mais de um ano, até vencê-los.

Vencer, afinal, era sua especialidade. Na democracia mais antiga do planeta, ganhou três eleições consecutivas para a chefia do governo – algo até então inédito, repetido depois por Tony Blair. Seu primeiro triunfo nas urnas veio aos 33 anos, quando elegeu-se pela primeira vez para o Parlamento pelo Partido Conservador. Em 1970, quando o partido derrotou os trabalhistas e voltou ao poder com o premiê Edward Heath, foi nomeada ministra da Educação. Quatro anos depois tornou-se a primeira mulher a ganhar a liderança do partido, passo que a conduziu ao cargo de premiê após vencer as eleições gerais de 1979. A década seguinte trouxe seu primeiro desafio além das fronteiras da Grã-Bretanha: a invasão das Ilhas Malvinas pela Argentina do ditador Jorge Videla em 1982. Thatcher ouviu os chefes das Forças Armadas e não titubeou. No campo de batalha, os soldados britânicos arrasaram os argentinos e recuperaram a soberania sobre o arquipélago em dois meses e meio.

Nas relações exteriores, Thatcher cultivou uma estreita relação política e pessoal com o então presidente dos EUA, Ronald Reagan. A defesa do livre mercado era o princípio em comum e a luta contra comunismo selou a aliança. Curiosamente, foram os inimigos soviéticos que criaram a imagem de “mulher forte” que Thatcher incorporou. Ainda em 1976, três anos antes de ela se tornar primeira-ministra, o jornal Estrela Vermelha, publicado pelo Exército soviético, chamou-a de “Dama de Ferro” ao comentar um discurso de Thatcher sobre a Otan, a aliança militar do Atlântico Norte. Com ironia, ela acabou usando a seu favor o que era para ser uma afronta sexista: “Estou aqui diante de vocês com meu vestido de gala de seda vermelha, meu rosto levemente maquiado e meu cabelo gentilmente escovado, a Dama de Ferro do mundo ocidental. Uma guerreira da Guerra Fria”, disse em outro discurso. “Sou esse tipo de coisa? Sim, se é assim que querem interpretar minha defesa dos valores e liberdades fundamentais do nosso modo de vida.”

FONTE: http://www.universitario.com.br

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: