1920 e o New Deal – A quebra da Bolsa de Valores de New York

New Deal

OS ANOS 1920, A CRISE E O NEW DEAL

“Durante os anos 1920, a expansão econômica foi acompanhada por restrições ao comércio mundial. A crise que se seguiu levou os governos a intervir com maior intensidade nas ecoñomias de seus países” (Projeto Araribá – 9 ano).

– Os Estados Unidos da América foram os grandes beneficiados com a Primeira Guerra Mundial. A Guerra não foi travada em território americano, portanto o país não sofreu danos como os que ocorreram na Europa. A Guerra destruiu parte importante do comércio europeu e do seu potencial industrial o que impulsionou o mercado norte-americano que passou a abastecer com todo tipo de produtos o continente europeu.

– Ao final da Guerra os Estados Unidos respondiam por cerca de 30% do comércio mundial e era o principal país exportador. Construção civil, indústria automobilística e o setor elétrico foram os que mais se destacaram neste momento. A chamada GRANDE DEPRESSÃO foi o ponto final neste período de hegemonia Norte-Americana.

-A Europa saiu da Guerra extremamente abalada. Dívidas e países quase que totalmente destruídos. O desemprego assolou a Europa e muitos foram obrigados a deixar seus países.

-Após a Primeira Guerra Mundial os países Europeus começaram sua recontrução. Recontrução em todos os sentidos: economia, setores urbanos, questões sociais…Neste período os países europeus diminuiram a procura por produtos norte-americanos nos entido de remontar e ativar suas próprias economias e recuperar seu poder. Para isso os políticos europeus desenvolveram novas regras para o mercado restringindo a importação de produtos. O objetivo principal desta medida erao de ativar as economias locais e inibir a dependência por produtos importados.

-Com isso, os Norte-Americanos começaram a enfrentar um problema: eles produziam mais do que o mercado mundial era capaz de absorver. Isso deu origem a uma CRISE DE SUPERPRODUÇÃO. A partir de 1925 a economia norte-americana virou de cabeça para baixo: endividamentos, crise de superprodução, baixo volume de vendas. Tudo isso deu origem a um caos na economia dos Estados Unidos.

-1929: esta data não podemos esquecer. É a data da chamada QUEBRA DA BOLSA DE VALORES DE NOVA YORQUE – 24 DE OUTUBRO DE 1929: os invesitmentos crescentes na bolsa fazia as ações subirem de valor rapidamente, mas as empresas que essas ações representavam, muitas vezes, estavam à beira da falência. Muitas pessoas que tinham conseguido empréstimos bancários para comprar ações destas empresas acabaram comprando ações de indústrias falidas. Ou seja, eles ficaram com divídas nos bancos por causa dos empréstimos e ações de empresas falidas. Este foi o chamado CRACK DA BOLSA DE VALORES.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s