Sala 19

O blog de História de Fabiana Scoleso

  • Calendário

    agosto 2009
    D S T Q Q S S
    « jul   out »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031  
  • Categorias

  • Twitter

  • Sala19 no Facebook

  • RSS Google News

    • Israel aprova construção de novas casas de colonos; Netanyahu conversa com Trump - Estado de Minas
      UOLIsrael aprova construção de novas casas de colonos; Netanyahu conversa com TrumpEstado de MinasIsrael relançou neste domingo a colonização, ao aprovar projetos de construção de centenas de casas em Jerusalém Oriental, horas antes de uma conversa por telefone entre Benjamin Netanyahu e Donald Trump, que convidou o premier israelense a ...Trump e Netanyahu […]
    • Valls e Hamon disputarão segundo turno das primárias socialistas na França - Globo.com
      Globo.comValls e Hamon disputarão segundo turno das primárias socialistas na FrançaGlobo.comCandidato da esquerda do partido surpreende e ultrapassa ex-premiê no primeiro turno da primária. Pesquisas indicam que nenhum dos dois é favorito na eleição presidencial. Facebook · Twitter ...Candidatos para 2º turno das primárias socialistas na França são definidos […]
    • Acidente com Teori Zavascki: Avião que caiu em Paraty é retirado do mar - Globo.com
      Globo.comAcidente com Teori Zavascki: Avião que caiu em Paraty é retirado do marGlobo.comO avião que caiu na quinta-feira (19) com Teori Zavascki e outras quatro pessoas em Paraty foi retirado do mar na noite deste domingo (22). A balsa com um guindaste para içar a aeronave havia chegado ao local do acidente por volta das 18h e a remoção ...Destroços do aviã […]
    • Número de mortos em descarrilamento de trem na Índia passa de 30 - Globo.com
      Globo.comNúmero de mortos em descarrilamento de trem na Índia passa de 30Globo.comSocorristas ainda tentam encontrar sobreviventes neste domingo (22). Acidente aconteceu dois meses depois de um descarrilamento similar deixar 146 mortos. Facebook · Twitter. Agence France-Presse. Por France Presse. 22/01/2017 09h28 Atualizado há ...Acidente de trem deixa pelo […]
  • RSS UOL Economia

    • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
  • RSS Último Segundo – iG

    • Avião que levava Teori e mais quatro pessoas é retirado do mar em Paraty (RJ)
      iG São PauloAeronave caiu na última quinta-feira (19) e matou todos que estavam a bordo; destroços serão levados para perícia no aeroporto do Galeão, no Rio Trabalho de retirada dos destroços será feito por empresa contratada pela seguradora do avião acidentadoFoto: Reprodução/GlobonewsFoi iniciada neste domingo (22) a remoção dos destroços do avião que caiu […]
    • Polícia do Rio Grande do Norte prende 17 por envolvimento em rebeliões
      iG São PauloTambém foram presos suspeitos de participação em ataques fora do presídio de Alcaçuz; outros dois adolescentes foram apreendidos no Estado Exército foi enviado ao Rio Grande do Norte para reforçar o trabalho da Polícia Militar no EstadoFoto: Divulgação/Governo do Rio Grande do NorteA Polícia Civil do Rio Grande do Norte afirma já ter prendido 17 […]
    • Dono de avião que caiu com Teori era sócio de André Esteves, do BTG Pactual
      iG São PauloMinistro do Supremo que morreu no acidente aéreo havia revogado a prisão domiciliar do banqueiro no ano passado; queda da aeronave matou outros 4 Carlos Alberto Fernandes Filgueiras era sócio Carlos Daniel Rizzo da Fonseca%2C que integra quadro societário do BTGFoto: Reprodução/JucespDono do avião que caiu na última quinta-feira (19) com o minist […]
    • "Por que essas pessoas não votaram?", ironiza Trump sobre Marcha das Mulheres
      iG São PauloPresidente disse que celebridades "fazem mal à causa"; segundo as organizadoras, cerca de 2,5 milhões de pessoas participaram dos atos "As celebridades fazem mal à causa", escreveu Trump em seu perfil pessoal no TwitterFoto: Facebook/ Donald J. Trump/ ReproduçãoEm resposta às pessoas que foram às ruas neste sábado (21) para pr […]
  • RSS UNICAMP

    • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
  • RSS BBC Brasil

    • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

O Quadro Político da Baixa Idade Média

Posted by sala19cmi em quinta-feira, 6 agosto 2009

O QUADRO POLÍTICO DA BAIXA IDADE MÉDIA

 

FORMAÇÃO DAS MONARQUIAS CENTRALIZADAS

 

– Com a decadência do feudalismo, o quadro político e econômico europeu mudou drasticamente. O poder local exercido fundamentalmente pelos senhores feudais e as hegemonias cristã e clerical sofreram inúmeros abalos.

– Com o surgimento da burguesia, ligados principalmente por interesses em relação ao comércio e sua expansão, era necessário estabelecer uma nova ordem política. Não poderia mais haver pedágios feudais, moedas heterogêneas e problemas com insegurança. Uma organização da vida econômica e social só seria possível com um governo nacional, centralizado e forte;

– Foi assim que surgiu a marca política típica da baixa Idade Média. Poder Nacional, exercido por reis, apoiado pela burguesia, com poderes locais e o universal;

– Essa centralização real foi progressivamente instituindo impostos, criando exércitos e as justiças nacionais, assim como uma moeda única. A este momento dá-se o nome de FORMAÇÃO DOS ESTADOS NACIONAIS;

– A Europa toda viveu estas mudanças, mas foi a França o caso mais exemplar e típico de centralização nesse período;

– Vários outros Estados Nacionais surgiram, mas apresentaram peculiaridades locais e incorporaram esse processo de maneira mais geral;

– Século XIV: além do apoio dos reis, burguesia e nobreza européia juntaram-se aos monarcas para conter sucessivas rebeliões populares que ameaçavam seus privilégios e domínios;

– A Formação das Monarquias Nacionais Centralizadas foram a base para a edificação dos governos absolutistas da Idade Moderna;

FORMAÇÃO DA MONARQUIA CENTRALIZADA FRANCESA

– Alta Idade Média: a França foi comandada pelos reis Merovíngios e Carolíngios. Foi a época da supremacia do poder feudal, poder religioso e poderes locais;

– Em 987, com a eleição de Hugo Capeto, Conde de Paris, extinguiu-se a dinastia Carolíngia e iniciou-se a Dinastia Capetíngia, que reinou até 1328, quando a família de Valois assumiu o trono;

– Dentre os vários reis Capetíngios, aqueles que mais se destacaram, por suas medidas centralizadoras, acelerando a formação do Estado Nacional Francês, foram os seguintes:

                *Filipe Augusto ou Filipe II (1180-1223);

                *Luís IX (1226-1270);

                *Filipe IV, o Belo (1285-1314);

A FORMAÇÃO DA MONARQUIA CENTRALIZADA INGLESA

– Após s migrações bárbaras do início da Idade Média, os anglos, os jutos e os saxões ocuparam o território inglês e estabeleceram ali 7 reinos chamada de heptarquia saxônica; No século IX, esses reinos uniram-se sob o comando de Egberto, do reino de Wessex;

– 1066 – BATALHA DE HASTINGS: o último rei anglo-saxônico, Haroldo II, foi destituído por invasores normando, chefiados pelo duque Guilherme, o Conquistador (Guilherme I). Era o início da Dinastia Normanda na Inglaterra, que inaugurou um eficiente controle administrativo, inspirado no governo de Carlos Magno, dividindo o país em condados (shires), supervisionados por funcionários reais chamados de xerifes (sheriffs);

– 1154: com a morte do último herdeiro direto de Guilherme I, o trono foi assumido por Henrique, conde de Anjou (Henrique II), dando início à dinastia PLANTAGENETA ou ANGEVINA, principal responsável pela formação da Monarquia Centralizada Inglesa;

– Henrique II (1154-1189): seu governo foi marcado por intensa disputa entre a Monarquia Inglesa e a Francesa, por causa da existência de domínios ingleses no Norte da França. Esse soberano Inglês criou um exército de mercenários e um aparelho jurídico central, que contribuíram grandemente para a submissão dos poderes locais;

– Ricardo Coração de Leão (Ricardo I) – (1189-1199): sua ausência prolongada no reino, devido a sua intensa participação nas Cruzadas, encorajou seu irmão, João, a tomar posse do trono inglês; Além disso encorajou Filipe Augusto, a conquistar territórios no Norte da França que estavam sob o domínio da Inglaterra;

– Os conflitos que Ricardo I se envolvia oneravam o Tesouro Inglês, provocando descontentamento de seus súditos. Com a morte de Ricardo Coração de Leão, em combate, João pôde, assim, assumir o Trono Inglês;

– O governo de João se estendeu de 1199 a 1216. Ele confiscou as terras da Igreja, sendo por isso excomungado, e tentou, sem sucesso, recuperar o território tomado pela França;

– A cobrança de pesados impostos e sucessivos fracassos em guerras deram origem imposição da MAGNA CARTA, documento que restringia o poder real e ampliava o da nobreza. Nela constava a instituição do GRANDE CONSELHO, assembléia dos nobres e clérigos com poder de autorizar, ou não, a cobrança de novos impostos. Impunha ainda que nenhum homem livre poderia ser preso sem ser julgado antecipadamente por seus pares;

– No reinado de Henrique III, o Grande Conselho se transformou em PARLAMENTO, tendo suas prerrogativas ampliadas;

– em 1341, o PARLAMENTO inglês foi dividido em duas Câmaras: A Câmara dos Lordes e a Câmara dos Comuns, constituída por representantes da burguesia. A possibilidade de participação da burguesia em tão importante órgão político revelava a importância que esta classe social vinha adquirindo no reino inglês;

– A Inglaterra viveu a reversão do processo de centralização política real, até, pelo menos, os desdobramentos da Guerra dos Cem Anos e, principalmente, com a Guerra das Duas Rosas.

O SACRO IMPÉRIO ROMANO-GERMÂNICO

– 843 – a região da Germânia havia conquistado sua autonomia quando o Tratado de Verdun dividiu em três partes o Império de Carlos Magno;

– 936 – o trono Germânico foi assumido por Oto I, de origem saxônica, que anexou o território italiano após vencer os invasores lombardos. Da fusão da Germânia com a Itália nasceu o SACRO IMPÉRIO ROMANO-GERMÂNICO, do qual Oto I foi coroado Imperador, numa cerimônia presidida pelo papa João II;

– Século XII – a unidade do império foi ameaçada pela QUESTÃO DAS INVESTIDURAS. O imperador Henrique IV passou a exigir do Papa Gregório VII o poder de nomear (ou investir) os bispos, visando ampliar seu controle sobre várias regiões. O papa não aceitou tal exigência, e então teve início um violento conflito;

– 1122 – CONCORDATA DE WORMS – Estabeleceu que os bispos seriam escolhidos tanto pelo imperador como pelo papa;

– Século XIII – o norte da Itália obteve sua independência, no que foi seguido pelo surgimento de várias repúblicas dedicadas ao comércio mediterrâneo: Veneza, Gênova, Florença, etc;

– O Sacro Império Romano-Germânico, no final do século XIII, era um mosaico de centenas de Estados autônomos, controlados por príncipes locais, nobres e comerciantes, sobre os quais o imperador, não raramente, possuía pouca influência ou nenhuma.

A CENTRALIZAÇÃO MONÁRQUICA NA PENÍNSULA IBÉRICA: A FORMAÇÃO DE PORTUGAL E ESPANHA

– Portugal foi o primeiro país europeu a ter uma monarquia centralizada. As monarquias, portuguesa e espanhola, ao promoverem as grandes navegações dos séculos XV e XVI, deram um passo decisivo para a formação do mundo moderno, pois estimularam a expansão ultramarina européia, o crescimento do comércio e a prática do mercantilismo;

SURGIMENTO DOS REINOS IBÉRICOS

– 476: A província Romana da Hispânia, na península ibérica, era habitada principalmente pelos suevos e pelos visigodos, povos bárbaros de origem germânica;

– Os visigodos e suevos, já cristianizados, criaram seus próprios reinos, sendo que o VISIGÓTICO, cuja capital era a atual cidade espanhola de Toledo;

– Dois séculos mais tarde os visigodos conquistaram o reino dos Suevos e passaram a dominar toda península Ibérica;

– Em 711 o General árabe Tárik, cujo exército estava aquartelado em Marrocos, atravessou o estreito de Gibraltar, derrotou os visigodos e ocupou seu território; Uma parte importante do território dos visigodos não foi dominada pelos muçulmanos. A parte que conseguiu escapar desse domínio originou um pequeno reino cristão, O REINO DAS ASTÚRIAS;

– A presença muçulmana na Península Ibérica estendeu-se por quase 8 séculos (711 – 1492) e teve conseqüência extremamente importantes: modernizou a agricultura, fortaleceu o comércio de produtos agrícolas e promoveu grande avanço na navegação costeira;

– A GUERRA DA RECONQUISTA: os 774 anos de luta, em que os cristãos foram, lentamente, retomando o território ocupado pelos muçulmanos, levaram à Formação de PORTUGAL e da ESPANHA com suas monarquias centralizadas;

6 Respostas to “O Quadro Político da Baixa Idade Média”

  1. Lucas Costa Bazanella said

    MUUUUUUUUUUUITO BOOOOM , ME AJUDOU MUITO NA PROVA!

  2. sala19cmi said

    Obrigada, Lucas! Esperamos ajudar mais vezes! Grande abraço!

  3. Matheus said

    Foi baseado no Livro – Texto de História da Anglo ?

  4. sala19cmi said

    Sim

  5. Taylor said

    Me ajudou muito ! Obrigado, parabéns pelo tópico.

  6. sala19cmi said

    Muito obrigado pelo comentário! Abraços!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: