Olá alunos do 9 ano!!!

Aqui estão os conteúdos que trabalharemos nas próximas duas semanas. Vamos procurar realizar leituras grifadas e sínteses das temáticas apresentadas. Minha sugestão é que leiam os textos e transfiram para o caderno as problemáticas mais importantes como costumamos fazer.

Gostaria também de pedir que registrem sua presença no blog deixando um recado. Caso tenham dúvidas sobre o conteúdo ou qualquer outro tipo de pergunta coloquem em formato de post também. Vou procurar responder com rapidez a todos os questionamentos. Vou deixar aqui também pedidos de mini-pesquisas para entrega na primeira semana de aula. Ao longo destas duas semanas vou informando vocês a este respeito. Senhores pais que estiverem com dúvidas também peço que deixem seus recados. Procurarei responder com eficiência e farei de tudo para minimizar os efeitos destas duas semanas no cronograma.

Um forte abraço e bons estudos!!!

CONTEÚDOS DO TERCEIRO BIMESTRE:

1 – A crise do capitalismo e a Segunda Guerra Mundial;

                a-) Os anos 1920, a crise de 1929 e o New Deal;

                b-) Os regimes autoritários tomam conta da Europa;

                c-) Uma experiência dolorosa: o nazismo alemão.

 

SÍNTESE DOS CONTEÚDOS:

OS ANOS 1920, A CRISE DE 1929 E O NEW DEAL

“Durante os anos 1920, a expansão econômica foi acompanhada por restrições ao comércio mundial. A crise que se seguiu levou os governos a intervir com maior intensidade nas economias de seus países” (Projeto Araribá – 9 ano).

OS “FELIZES” ANOS 1920:

– Os Estados Unidos da América foram os grandes beneficiados com a Primeira Guerra Mundial. Como a Guerra não foi travada em território americano a economia do país não sofreu danos como os que ocorreram na Europa. Pelo contrário. Neste período a economia norte-americana cresceu assustadoramente e transformou o país numa potência econômica.

– Como a Guerra atingiu principalmente a capacidade industrial européia, os Estados Unidos passaram a exportar e abastecer o mercado europeu com todos os tipos de produtos. Além disso, os norte-americanos realizaram empréstimos para a reconstrução de muitas cidades européias.

– Os setores que mais se destacaram na economia norte-americana nesse período: construção civil, indústria automobilística e o setor elétrico.

– A HEGEMONIA internacional dos Estados Unidos só se abalou com a chamada GRANDE DEPRESSÃO.

– A Europa saiu da guerra completamente abalada. Com inúmeras dívidas com os norte-americanos. O desemprego assolou a Europa e muitos foram obrigados a deixar seus países.

 A TEMPESTADE SE ANUNCIA

– Após o término da Primeira Guerra Mundial, os países europeus retomaram o seu desenvolvimento e reduziram a procura por produtos vindos dos Estados Unidos. Era uma forma de reativar a economia. Deixar de consumir produtos importados significava estimular o desenvolvimento da economia européia. As restrições econômicas vindas da Europa provocaram grandes problemas à economia norte-americana dando início a um ciclo de SUPERPRODUÇÃO.

-O que seria, portanto, SUPERPRODUÇÃO? Produzir uma grande quantidade de produtos, com alta tecnologia e grandes investimentos e não ter mercado consumidor. Não ter comprador!!!

– A partir de 1925 os Estados Unidos da América passaram a viver outra realidade. A tendência do crescimento norte-americano se reverteu. O aumento do crédito interno para estimular a produção e elevar o consumo reforçou a ESPECULAÇÃO na bolsa de valores.

– O dinheiro deixou de ser aplicado na indústria para ser investido no MERCADO DE AÇÕES. As empresas estavam praticamente falidas e quem comprou ações de empresas nessa situação acabou adquirindo dois problemas: 1- não conseguiam pagar os empréstimos assumidos; 2 – compraram ações de empresas praticamente falidas.

O MUNDO DESABA: A CRISE DE 1929

– 1929 é um ano que não podemos esquecer: é o ano da chamada QUEBRA DA BOLSA DE VALORES DE NOVA YORQUE – 24 DE OUTUBRO DE 1929. A quebra do mercado de ações em 1929 trouxe a ruína de milhares de investidores e o fechamento de inúmeras empresas. Isso provocou um efeito em cadeia: se as fábricas fecham milhares de empregos também desaparecem formando uma massa de desempregados sem capacidade econômica de consumo. Os efeitos da crise norte-americana chegaram ao Brasil também, pois nosso país recebia empréstimos norte-americanos que financiavam o desenvolvimento de nossa indústria.

A ADOÇÃO DO NEW DEAL

-Em 1933 o democrata FRANKLIN ROOSEVELT assumiu a presidência dos Estados Unidos. Ele prometeu em sua campanha recuperar a economia do país. O ambicioso programa econômico elaborado por Roosevelt ficou conhecido como New Deal (Novo Acordo).

– O New Deal significava o abandono do liberalismo econômico (não intervenção do Estado na economia) e a adoção de uma política de intervenção direta do Estado na condução da economia do país combatendo a especulação e os efeitos nocivos do livre mercado.

LINHAS DE ATUAÇÃO DO NEW DEAL – PROGRAMA DE MUDANÇAS NA AGRICULTURA, NA INDÚSTRIA E ESTÍMULO AO EMPREGO:

AGRICULTURA: aumentar os rendimentos dos agricultores, fixando limites à produção, recuperando os preços e fornecendo incentivos às exportações;

INDÚSTRIA: programa de auxílio às indústrias – financiamentos a juros baixos, compra de ações ou nacionalização de empresas em dificuldades ou em processo de falência;

EMPREGO: jornada semanal reduzida – fixou-se um salário mínimo e realizou-se um programa de construção de obras públicas, como estradas, pontes, usinas hidrelétricas, escolas, parques e hospitais, criando inúmeros postos de trabalho.

– As medidas propostas pelo presidente foram bem recebidas pela população que o reelegeu em 1936. As medidas intervencionistas de Roosevelt se aprofundaram, centradas, sempre, na recuperação econômica. A política de BEM ESTAR SOCIAL também teve grandes avanços, com a aprovação do direito de greve, da liberdade sindical e de uma legislação de seguridade social, que instituía pensões para os idosos e auxílio aos necessitados.

 

QUESTÕES PARA RESOLVER NO CADERNO:

 

A-     Identifique um importante fator que impulsionou o crescimento da economia norte-americana durante e logo após a Primeira Guerra Mundial.

B-      Aponte três resultados gerados pela quebra da Bolsa de Valores de Nova York em 1929.

C-      Crie três parágrafos caracterizando o programa de recuperação econômica criado por Roosevelt.

Anúncios

40 comentários em “

  1. Legal Rafael. espero que isso ajude a minimizar os efeitos destas duas semanas. Se cprecisar de alguma coisa é só mandar mensagens. Um beijo.

  2. eu peguei hoje durante a tarde agora tava começando a fazer e li pra deixar um recadõ. Ja comecei a adiantar se não como no site ta escrito ke pode ter atualizações ja viu depois junta tudo e nada da certo. afinal ja acabaram as ferias (estamos tendo aula em casa)

  3. Fabi , já tinha passado aqui antes mas acho que não deixei nenhum comentário confirmando minha presença. mas aqui estou eu :D
    HAHAHA , beijo.

  4. Olá Debora:

    Obrigada pela visita. Os resumos que aqui estão fazem parte das minhas aulas, mas não deixam de ser úteis como você mesma apontou. Agradeço o comentário e espero que continue ajudando.

    Abraço

    Fabiana

  5. Durante os anos 1920, a expansão econômica foi acompanhada por restrições ao comércio mundial. A crise que se seguiu levou os governos a intervir com maior intensidade nas economias de seus países.

  6. p/ natan : se vc estiver lendo isso quero dizer que vc é ainda uns dos melhores amigos

    saudade do meu amigo

    ass: nadson santos(parque horizonte)
    (monteiro lobato)(maiobão -paço do lumiar – ma)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s