Sala 19

O blog de História de Fabiana Scoleso

  • Calendário

    abril 2009
    D S T Q Q S S
    « mar   maio »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    2627282930  
  • Categorias

  • Twitter

  • Sala19 no Facebook

  • RSS Google News

    • Israel aprova construção de novas casas de colonos; Netanyahu conversa com Trump - Estado de Minas
      UOLIsrael aprova construção de novas casas de colonos; Netanyahu conversa com TrumpEstado de MinasIsrael relançou neste domingo a colonização, ao aprovar projetos de construção de centenas de casas em Jerusalém Oriental, horas antes de uma conversa por telefone entre Benjamin Netanyahu e Donald Trump, que convidou o premier israelense a ...Trump e Netanyahu […]
    • Valls e Hamon disputarão segundo turno das primárias socialistas na França - Globo.com
      Globo.comValls e Hamon disputarão segundo turno das primárias socialistas na FrançaGlobo.comCandidato da esquerda do partido surpreende e ultrapassa ex-premiê no primeiro turno da primária. Pesquisas indicam que nenhum dos dois é favorito na eleição presidencial. Facebook · Twitter ...Candidatos para 2º turno das primárias socialistas na França são definidos […]
    • Acidente com Teori Zavascki: Avião que caiu em Paraty é retirado do mar - Globo.com
      Globo.comAcidente com Teori Zavascki: Avião que caiu em Paraty é retirado do marGlobo.comO avião que caiu na quinta-feira (19) com Teori Zavascki e outras quatro pessoas em Paraty foi retirado do mar na noite deste domingo (22). A balsa com um guindaste para içar a aeronave havia chegado ao local do acidente por volta das 18h e a remoção ...Destroços do aviã […]
    • Número de mortos em descarrilamento de trem na Índia passa de 30 - Globo.com
      Globo.comNúmero de mortos em descarrilamento de trem na Índia passa de 30Globo.comSocorristas ainda tentam encontrar sobreviventes neste domingo (22). Acidente aconteceu dois meses depois de um descarrilamento similar deixar 146 mortos. Facebook · Twitter. Agence France-Presse. Por France Presse. 22/01/2017 09h28 Atualizado há ...Acidente de trem deixa pelo […]
  • RSS UOL Economia

    • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
  • RSS Último Segundo – iG

    • Avião que levava Teori e mais quatro pessoas é retirado do mar em Paraty (RJ)
      iG São PauloAeronave caiu na última quinta-feira (19) e matou todos que estavam a bordo; destroços serão levados para perícia no aeroporto do Galeão, no Rio Trabalho de retirada dos destroços será feito por empresa contratada pela seguradora do avião acidentadoFoto: Reprodução/GlobonewsFoi iniciada neste domingo (22) a remoção dos destroços do avião que caiu […]
    • Polícia do Rio Grande do Norte prende 17 por envolvimento em rebeliões
      iG São PauloTambém foram presos suspeitos de participação em ataques fora do presídio de Alcaçuz; outros dois adolescentes foram apreendidos no Estado Exército foi enviado ao Rio Grande do Norte para reforçar o trabalho da Polícia Militar no EstadoFoto: Divulgação/Governo do Rio Grande do NorteA Polícia Civil do Rio Grande do Norte afirma já ter prendido 17 […]
    • Dono de avião que caiu com Teori era sócio de André Esteves, do BTG Pactual
      iG São PauloMinistro do Supremo que morreu no acidente aéreo havia revogado a prisão domiciliar do banqueiro no ano passado; queda da aeronave matou outros 4 Carlos Alberto Fernandes Filgueiras era sócio Carlos Daniel Rizzo da Fonseca%2C que integra quadro societário do BTGFoto: Reprodução/JucespDono do avião que caiu na última quinta-feira (19) com o minist […]
    • "Por que essas pessoas não votaram?", ironiza Trump sobre Marcha das Mulheres
      iG São PauloPresidente disse que celebridades "fazem mal à causa"; segundo as organizadoras, cerca de 2,5 milhões de pessoas participaram dos atos "As celebridades fazem mal à causa", escreveu Trump em seu perfil pessoal no TwitterFoto: Facebook/ Donald J. Trump/ ReproduçãoEm resposta às pessoas que foram às ruas neste sábado (21) para pr […]
  • RSS UNICAMP

    • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
  • RSS BBC Brasil

    • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

AULA – A Antiguidade Clássica: Grécia

Posted by sala19cmi em quinta-feira, 9 abril 2009

Formação da Grécia Antiga:

          *Península Balcânica;
*Solo pobre e montanhoso e costa mediterrânea bastante recortada, além de inúmeras ilhas;
*Sistema Insular: território composto por ilhas ou um grupo de ilhas – possibilitou os gregos complementar sua economia através de um dinâmico sistema marítimo;
*Esta geografia contribuiu para o isolamento e o fracionamento político: pólis ou cidades-Estado;
figura3

  •  Povoamento da Grécia: entre 2000 a.C. e 1200 a. C. por povos provenientes da Índia e Europa que dominaram os primitivos habitantes da região chamados de pelágios;
  • Dos invasores destacavam-se: aqueus, fundadores de Micenas;
  • 1700 a. C.: outros povos chegaram na Grécia – eólios e os jônios (fixaram-se principalmente na região balcânica da Ática;
  • 1200 a. C.: chegaram os guerreiros dórios, os últimos invasores indo-europeus;
  • Dórios: manuseavam o ferro, eram violentos – destruíram diversos centros urbanos;
  • Até a chegada dos dórios, Micenas vinha, aos poucos, dominando a civilização cretense;
  • Lenda do Minotauro: monstro com cabeça de touro e corpo de homem, que vivia em um labirinto – Segundo a lenda, o Minotaurodominava a Grécia, até que um herói grego, Teseu, o derrotou;
  • A lenda coincide com as Lutas entre Gregos e Cretenses;
  • Os governantes de Creta chamavam-se Minos, e seu palácio governamental em Cnossos, tinha tantos cômodos e tamanhas dimensões que lembrava um labirinto;
  • Os micênicos, através do Mar Egeu, chocaram-se também com a cidade de Tróia, quando teve início a famosa Guerra de Tróia, narrada por Homero (Ilíada);
  • Nesta fase de apogeu de Micenas chegaram os dórios e puseram fim a inúmeros centros urbanos gregos e a esta fase de hegemonia dos micênicos;

TEMPOS HOMÉRICOS – XII a. C. ao VIII a. C.

  • *1200 a.C.: Muito do que se conhece sobre este período são provenientes das obras literárias de Homero:
    * A Ilíada: que narra a Guerra de Tróia
    * A Odisséia: que descreve as aventuras do herói grego Ulisses (ou Odisseu);
    *Dórios: foram responsáveis por expulsar a população que vivia próxima ao litoral para o interior da região Balcânica – Primeira Diáspora Grega
  •  No interior do território grego, as populações isolaram-se nos cantões (área entre as montanhas)
  •  Pequenas organizações familiares comunitárias: genos
  •  Havia uma crença de que todos os seus membros descendiam de Heleno, filho de Deucalião, que teria escapado ao Dilúvio
  • Assim, o paterfamilias (chefes) eram dotados de autoridade religiosa e militar;
  • Paterfamilia: encarregavam-se das orações, de interpretar as vontades dos deuses (justiça divina) e de comandar a comunidade em caso de guerra;
  • Economia: os bens pertenciam a todos: a herança dos mortos era dividida igualmente entre os vivos;
  • A propriedade era coletiva;
  • Não existiam diferenças materiais, mas, sim, tradicionais – havia uma hierarquia;
  • Desintegração do sistema: fator interno
  • Crescimento demográfico, limitações naturais, modo de produção (esgotamento);
  • Falta de terras para ocupar;
  • Descontentes, muitos saíram por livre e espontânea vontade;
  • Outros foram expulsos por causa da crise social – Segunda Diáspora Grega;
  • Conseqüentemente novas colônias foram fundadas – Mediterrâneo Ocidental, na região sul da Itália e na Sicília (Magna Grécia);

figura4

figura5

  • Em meio aos conflitos e invasões, os genos se aglutinaram, formando fratarias – a união de fratarias originou as tribos e, da coligação destas, emergiram as cidades-Estado;
  • Cidades-Estado: Atenas e Esparta
  • Período Arcaico: séc VIII a. C. ao séc. VI a.C.
  • Formação das pólis na Grécia – cada uma com seu próprio universo econômico e político;
  • Acro – lugar mais alto da pólis, onde funcionava a estrutura político-administrativa;
  • Ágora – Praça Pública;
  • Asty – Mercado;

ESPARTA 

  • Situada no Peloponeso, em uma das raríssimas planícies férteis da Grécia;
  • Esparta: origem dórica;
  • Os dóricos dominaram a região e se tornaram donos de inumeráveis servos: hilotas (aqueus da Messênia)
  • Esparta: propriedade estatal;
  • O espartano ficava proibido o comércio, o que contribuiu para o monopólio comercial dos periecos (aqueus que habitavam a periferia);
  • Espartanos eram xenófobos: aversão ao estranho, ao estrangeiro

Ordem Social:

  • Espartanos: descendentes dos dórios e únicos detentores do poder político e das terras;
  • Periecos: aqueus livres, sem direitos – deveriam participar do exército quando necessário; não tinham poder político.
  • Hilotas: aqueus escravizados nas guerras messênicas

Estrutura política:

  •  Diarquia: dois Reis -funções executivas e militares;
  •  Gerúsia: senado, composta por 28 ou 30 senhores de mais de 60 anos – funções legislativas;
  •  Ápela: Assembléia Popular – homens com mais de 30 anos participavam;
  •  Éforos: cinco magistrados eleitos anualmente, com funções judiciárias e de fiscalização sobre os demais órgãos;
  •  Educação espartana: aprimoramento físico;
  •  Característica militarista da cidade

3 Respostas to “AULA – A Antiguidade Clássica: Grécia”

  1. Fabrício I. Fujioka said

    Fabi,gostei muito do seu blog é uma ajuda a mais nos estudos,gostei muito da organização dele.
    Parabéns pelo blog !!!!!!!!

  2. sala19cmi said

    Legal Fabrício. Obrigada pelo comentário. Um beijão.

  3. Vítor Amaral said

    Na formação do povo grego distinguem-se os aqueus, jônios, eólios e dórios.
    Não existiu um Estado grego, nos moldes de outros impérios da Antiguidade. Havia cidades-estado independentes, que apesar das rivalidades podiam coligar-se eventualmente contra um inimigo comum.
    A tendência à sedentarização levou à formação de uma cidade fortificada, a Acrópole (cidade alta). Instalava-se estrategicamente em um ponto alto, visando à defesa ou facilidade de ataque. O crescimento das famílias em torno da Acrópole deu origem aos “demos” (circunscrições territoriais, que juntas, deram origem à pólis). Constitui-se dessa maneira a pólis, cidade-estado típica com seu próprio governo. Essa foi a principal unidade política-administrativa da Grécia Antiga.

    A história da Grécia Antiga caracteriza-se por uma sucessão de hegemonias de cidades-estado (uma pólis que prevalece entre as outras), das quais as mais importantes foram Esparta e Atenas.

    Esparta localiza-se ao sul da península do Peloponeso. Ligados a atividades agrícolas e militares, os espartanos seriam descendentes dos dórios que, entre os séculos XII e X a.C., invadiram a Grécia.
    Instalados em meio a populações numericamente superiores, os espartanos constituíam uma minoria privilegiada que mantinha o poder pelo uso da força. Possuíam um caráter militarista e aristocrático (arisoi = os melhores; portanto governo de poucos).
    As leis e a organização social de Esparta tinham por finalidade criar um povo de guerreiros. O Estado não estava a serviço dos cidadãos, mas os cidadãos a serviço do Estado. A sociedade espartana fundava-se no princípio da desigualdade social.
    Os espartanos descendiam dos conquistadores. Eram os únicos que podiam exercer os direitos de cidadania e participar do governo. Deviam consagrar todo tempo ao Estado, preparando-se para atividades militares ou negócios públicos. Caso o espartano não seguisse suas obrigações poderia passar a ser considerado um inferior.
    Os periecos eram os antigos habitantes da região subjugados pelos dórios. Eram livres, mas submissos. Alistavam-se no Exército, pagavam impostos, mas não eram cidadãos. Dedicavam-se a atividades comerciais, vedadas aos espartanos.
    Os ilotas (ou hilotas) eram servos. Cultivavam as terras dos espartanos geração após geração, pagando um valor anual por seu uso. Com o tempo, puderam alistar-se no Exército e, sob certas circunstâncias, podiam ser libertados. Não eram protegidos pelas leis da cidade: podiam ser maltratados e mortos, impunemente. Quando tornavam-se muito numerosos e perigosos aos espartanos, eram executados. Eram muito mais numerosos que seus senhores e viviam submetidos pelo terror.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: