Sala 19

O blog de História de Fabiana Scoleso

  • Calendário

    outubro 2014
    D S T Q Q S S
    « jul    
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031  
  • Categorias

  • Twitter

    • "Fácil é sonhar todas as noites. Difícil é lutar por um sonho." Carlos Drummond de Andrade 3 days ago
    • "As dificuldades são o aço estrutural que entra na construção do caráter." Carlos Drummond de Andrade 3 days ago
    • "Há muitas razões para duvidar e uma só para crer." Carlos Drummond de Andrade 3 days ago
  • Sala19 no Facebook

  • RSS Google News

    • Irã enforca jovem por matar estuprador - SRZD
      SRZDIrã enforca jovem por matar estupradorSRZDA jovem Reyhaneh Jabbari, presa desde 2006 acusada de matar seu estuprador foi enforcada na madrugada deste sábado, 25. Embora as súplicad e diversas tentativas de intervenção prestadas por movimentos internacionais, Jabbari, de 26 anos, ...Irã executa mulher que matou suposto estupradorA Tarde On LineJovem irani […]
    • Polícia de Nova York classifica ataque contra policiais como terrorista - Vox Notícias
      Diário DigitalPolícia de Nova York classifica ataque contra policiais como terroristaVox NotíciasA polícia classificou como terrorista o ataque de um homem com um machado contra quatro policiais no Queens, em Nova York, na tarde da última quinta-feira, 23 de outubro. Segundo as autoridades, Zale Thompson, de 32 anos, havia se convertido ...Ataque com machado […]
    • Argentina condena 15 à prisão perpétua por mortes na ditadura - veja.com
      veja.comArgentina condena 15 à prisão perpétua por mortes na ditaduraveja.comO grupo foi acusado de torturar e matar 135. Outras quatro pessoas foram sentenciadas a 12 ou 13 anos de prisão e dois réus foram absolvidos. Alguns dos vinte e um homens acusados ​​de crimes contra a humanidade durante a ditadura militar da ...Ditadura: Argentina condena 15 à prisã […]
    • Atirador mirou em primos ao abrir fogo em escola - veja.com
      Globo.comAtirador mirou em primos ao abrir fogo em escolaveja.comDois estudantes que ficaram feridos no ataque eram primos de Jaylen Ray Fryberg. Avó de um deles disse que os três jovens eram amigos. Estudantes e familiares se abraçam em frente à igreja para onde os alunos da escola Marysville. Ted S. Warren.Professora evita massacre maior ao confrontar o at […]
  • RSS UOL Economia

    • Advogado do Deutsche Bank é encontrado morto após suicídio em Nova York
      BERLIM (Reuters) - Um advogado sênior do Deutsche Bank para assuntos regulatórios foi encontrado morto em Nova York depois de cometer suicídio, disseram autoridades neste sábado.
    • Telecom Italia anuncia venda parte de unidade argentina
      MILÃO (Reuters) - A Telecom Italia informou neste sábado que deverá vender uma parte de sua participação majoritária na Telecom Argentina, e vai fazer o mesmo com o restante, uma vez que o regulador aprove a venda completa ao fundo norte-americano Fintech, de propriedade do magnata mexicano David Martinez.
    • Intermodalidade é uma das características defendidas pelo movimento
      Embora a atuação do Movimento Pró-Logística seja regionalizada, suas conquistas acabam beneficiando outras unidades da Federação, uma vez que a intermodalidade é uma das características defendidas pelo movimento. Confira este e outros destaques do segundo bloco do Terraviva Sustentável.
    • Terraviva Sustentável: Embrapa investe em novas cultivares de maracujá
      No quarto e último bloco do Terraviva Sustentável deste sábado (25), você confere que a Embrapa está investindo em novas cultivares de maracujás. Uma delas tem a característica marcante que, mesmo estando maduro, continua com a cor verde e, por dentro, a polpa esconde algumas qualidades. Confira.
  • RSS Último Segundo – iG

    • Motorista morre após capotar carro em SP
      iG São PauloAcidente foi na Vila Nova Cachoeirinha, bairro localizado na Zona Norte da capital paulista, na madrugada deste sábadoUm homem morreu em um grave acidente ocorrido na Vila Nova Cachoeirinha, Zona Norte de São Paulo, na madrugada deste sábado (25). O caso foi registrado no 72º Distrito Policial da capital paulista, localizado no bairro da Vila Pen […]
    • "Foi a campanha com mais intolerância que já vi em 70 anos" diz cientista da USP
      Anderson PassosJosé Álvaro Moisés cobra regulamentação da reeleição para equilibrar disputa entre candidato da situação e oposiçãoPara José Álvaro Moisés, cientista político da Universidade de São Paulo (USP), a campanha presidencial de 2014 foi a "mais agressiva" e a que apresentou "o maior nível de intolerância" já visto por ele em 70 a […]
    • Igreja Universal é lacrada por indício de propaganda irregular
      Agência BrasilTemplo foi lacrado em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, por conter grande quantidade de material de campanhaUm templo da Igreja Universal do Reino de Deus foi lacrado no fim da manhã de hoje (25), em Duque de Caxias, na região metropolitana do Rio, por conter grande quantidade de material de campanha e formulários com informações sobre eleito […]
    • EUA e aliados fazem 22 ataques aéreos contra Estado Islâmico no Iraque
      ReutersAviões de guerra norte-americanos também destruíram uma peça de artilharia dos rebeldes perto de Kobani, na SíriaOs Estados Unidos e seus aliados realizaram 22 ataques aéreos contra as forças do Estado Islâmico no Iraque na sexta-feira (24) e no sábado (25), informou o Comando Central do país que lidera a coalizão em guerra contra os rebeldes no Orien […]
  • RSS UNICAMP

    • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
  • RSS BBC Brasil

    • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Posts Tagged ‘escravismo colonial’

Economia Colonial Portuguesa

Posted by sala19cmi em segunda-feira, 2 abril 2012

O Brasil era uma colônia de exploração, dentro do antigo sistema colonial, é um Sistema de relações econômicas, políticas, sociais e culturais que tornam dependente uma colônia em relação à outra metrópole.

Presume-se assim a perda de uma liberdade administrativa de territórios colonizados, sob posse militar. (Nesse sentido, o colonialismo se apresenta como um fenômeno resultante da revolução Comercial europeia que aconteceu entre os séculos XV e XVI), que atingiu o seu mais alto grau no século XIX, sendo assim prolongada até os anos à Segunda guerra Mundial.

A grande propriedade monocultura:

A monocultura é um sistema de exploração agrícola, que chamamos de produção ou cultura agrícola de apenas um tipo de produto. Ela está associada aos latifúndios, grandes extensões de terras. A grande propriedade era monocultora e voltada para o mercado externo, utilizando mão-de-obra escrava, no inicio com os índios e, posteriormente, os negros africanos.

A sociedade açucareira que se organizou era o reflexo da economia agrária, escravista, por que no engenho, tinham poucos trabalhadores assalariados, estes se submetiam as ordens e influência do grande proprietário.

Como sabemos, os escravos viviam em senzalas, que eram lugares de um só compartimente, todos misturados, homens, mulheres e crianças. Os escravos ficavam responsáveis por todos os trabalhos braçais, como por exemplo nos canaviais, casa grande. Eles tiveram uma grande influência no trabalho agrícola.

O escravismo colonial:

A escravidão foi utilizada para que pudessem se organizar economicamente, como já vimos antes. Existiam dois tipos de escravidão: a vermelha (dos índios) e a escravidão africana.

Nessa época não poderia ir contra o sistema de escravidão, pois eram reprimidos de forma violenta, mas os próprios negros, não se calavam, mesmo sofrendo, sendo chicoteados, vivendo uma realidade opressiva, lutavam contra e tentavam a liberdade a todo custo, a maios prova disso foram as criações de quilombos, onde abrigava escravos fugitivos.

Mas os jesuítas eram contra a escravidão indígena, o que durante um tempo não adiantou muito por que os colonos além da escravidão africana queriam os índios como mão-de-obra por terem menos custos que a escravidão africana. Mas foi em 1759 quando um decreto pombalino aboliu a escravidão.

O escravo na economia brasileira:

O escravismo chegou ao Brasil por volta de 1531 com a expedição de Martim Afonso de Sousa, que foi desde o período colonial até o final do império. A escravidão no Brasil foi marcada pelo uso de escravos vindos do continente Africano, sempre lembrando que alguns indígenas também sofreram com a escravatura.

Os escravos trabalhavam na agricultura, com foco na parte açucareira, e na mineração. Contribuíam com a economia tanto do país, quanto dos senhores de engenho, donos de terras, por que eram mãos de obras onde também usavam da permuta, eles trabalhavam e em troca recebiam moradia e alimentação, mas não tinham um horário em sua jornada de trabalho.

Os estados onde os escravos tiveram grande enfoque foram: São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso, Alagoas, Sergipe e Bahia.

O Tráfico de escravos:

A África era vista como reserva de mão-de-obra escrava, a serem tirados de sua nação e exportados para vários países.

Durante os primeiros quatro séculos – do século 15 à metade do 19 – de contato dos navegantes europeus com o Continente Negro, a África foi vista apenas como uma grande reserva de mão-de-obra escrava, a “madeira de ébano” a ser extraída e exportada pelos comerciantes. Traficantes de quase todas as nacionalidades montaram feitorias nas costas da África.

As simples incursões piratas que visavam inicialmente atacar de surpresa do litoral e apresar o maior número possível de gente foram dando lugar a um processo mais elaborado.

Os mercadores europeus, com o crescer da procura por mão-de-obra escrava, motivada pela instalação de colônias agrícolas na América, associaram-se militarmente e financeiramente com sobas e régulos africanos, que viviam nas costas marítimas, dando-lhes armas, pólvora e cavalos para que afirmasse sua autoridade numa extensão a maior possível.

Os prisioneiros das guerras tribais eram encarcerados em “barracões”, em armazéns costeiros, onde ficavam a espera da chegada dos navios tumbeiros ou negreiros que os levariam como carga humana pelas rotas transatlânticas.

Os principais pontos de abastecimento de escravos, pelos menos entre os séculos 17 e 18 eram o Senegal, Gâmbia a Costa do Ouro e a Costa dos Escravos. O delta do Negar, o Congo e Angola serão grandes exportadores nos séculos 18 e 19.

Quantos escravos foram afinal transportados pelo Atlântico? Há muita divergência entre os historiadores, alguns chegaram a projetar 50 milhões, mas Rua Certe (in Te Atlântica cave tarde: A cenhos, 1969) estima entre 9 a 10 milhões, a metade deles da África Ocidental, sendo que o apogeu do tráfico ocorreu entre 1750 a 1820, quando os traficantes carregaram em média uns 60 mil por ano.

O tráfico foi o principal responsável pelo vazio demográfico que acometeu a África no século 19.

A dinâmica da economia colonial:

Na dinâmica colonial chamada de produto rei, períodos ou fases. Neta época existia ciclos econômicos, o que na verdade não corresponde à das economias a dos tempos coloniais.

FONTE: http://www.colegioweb.com.br

Posted in 2º Ano E.M. | Etiquetado: , , , , | Leave a Comment »

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 33 outros seguidores